Aduar: Repartir a água; povoação temporária de pastores ou, simplesmente, formar duo. 

Em pouco tempo de existência, o Duo Aduar (Gabriel Guedez e Thobias Jacó) tem sido intensamente premiado em festivais pelo Brasil e acaba de lançar seu álbum “Riachinho das pedras” pela histórica gravadora Kuarup. 

Explorando o formato viola caipira e violão e valorizando o trabalho vocal, o duo canta as questões socioambientais (ou mesmo existenciais) das pequenas cidades do interior do Brasil, suas águas, terras e gentes. O álbum foi bem recebido por críticos como Mauro Ferreira - que em sua coluna POP&ARTE no G1, comenta: “Impregnado do toque da viola, o álbum Riachinho das Pedras exala o cheiro forte das estradas, trilhadas pelo Duo Aduar em (boa) defesa da preservação da natureza”.

Já se apresentou em feiras gastronômicas, literárias, mostras e festivais, tais como o XI Encontro Minas na MPB, no Sesc Venda Nova, em Belo horizonte - MG; o XIV Fejacan/Fejacan nas escolas, promovido pelo SESC em Jacarezinho - PR;  fez parte da programação da 31ª edição do Inverno Cultural da UFSJ; foi atração na II FLIC - Feira Literária de Cruzeiro - SP; na Feira Gastronômica de Passa-Quatro, MG; no Solar da Baronesa (Centro Cultural da UFSJ) e no Teatro Municipal em São João del-Rei; entre outros.

 

Em 2019, com sua canção “O silêncio do Rio”, o Aduar venceu o 32º FUC (Festival Universitário da Canção - Ponta Grossa - PR); o XXXI FESCAN (Festival Sanjoanense da Canção, em São joão Da Barra - RJ), o V Fecant (Festival Canção da Transamazônica, em Altamira - PA); o I FEMP4  (Festival de Música de Passa Quatro - MG); o XVII Festival de Música de Nazareno (Nazareno, MG)  o I FESCAM ( Festival da Canção de Mucuri - BA). No mesmo ano, o Aduar venceu também a 37ª FAMPOP (Feira Avareense da Música Popular, em Avaré - SP) com a canção “Índia Tuíra”.

 

Em março de 2020, o duo lançou seu disco "Riachinho das pedras", através do selo Lobo Kuarup, parceria da histórica gravadora Kuarup, de São Paulo, e o consagrado violeiro mineiro Chico Lobo.

 

No palco, toda esta história converge numa apresentação entrosada, significativa e visceral.

Foto: Thamiris Chaves 

Foto: Davi Guedes 

IMG_3365.jpg
  • facebook
  • Instagram
  • youtube

© 2018 por aduar